To read any post in English, click on Read more.

In other words...

Saturday, 19 April 2014

Vantagens de viver sozinha (3) / Perks of living alone (3)

Os momentos de solidão têm sido poucos, mesmo quase raros, ao contrário daquilo que pensei. Lembro-me da primeira sexta feira que passei sozinha, sentada no sofá, à procura de companhia online para um bocadinho de conversa e de pensar que acabava de entrar numa fase muito complicada, com falta de conversas e de programas.
No entanto, têm-se revelado semanas de dias cheios, que em obrigam a adiar cada um dos meus projetos, por mais pequeno que seja. E de vez em quando sabem-me bem momentos como este, em que fico completamente sozinha, em que só eu sei onde estou, o que estou a fazer e em que estou a pensar. Ninguém me vê, ninguém me ouve, ninguém tem o mínimo de comunicação comigo. E eu posso planear, pensar, ou simplesmente não fazer nada.
Não por muito tempo, claro, que daqui a meia hora toca a campainha para um jantar de casa cheia.



Contrary to what I had imagined, there have been very few, almost none, lonely moments. I remember the first friday night I spent on my own, sitting on my couch looking online for someone to talk to and thinking that I had just entered a very hard time, where conversations and programs would be lacking.
However, these have been weeks with very full days, that make me postpone every single one of my plans. So, sometimes, it feels good having moments like this one, where I am all alone, where only me knows where I am, what I am doing and what I am thinking about. No one else can see me, listen to me or communicate with me. Therefore, I can plan, think or just do nothing.
Not for long, of course, because in half an hour my doorbell will ring for the beginning of a full house dinner.

1 comment:

Skyline Spirit said...

pretty nice blog, following :)