To read any post in English, click on Read more.

In other words...

Sunday, 22 April 2012

"Ai, coisinha boa"


Ultimamente tenho vindo a desenvolver uma forte sensação de desconforto/ódio com o caminho que tenho de percorrer a pé desde minha casa até à estação de metro mais próxima. Não sei por que razão, mas todos os homens nojentos se encontram reunidos ao longo deste percurso.
Na sexta-feira a coisa foi mais flagrante: numa caminhada de dez/quinze minutos, para além dos olhares nada indiscretos, ouvi uns cinco ou seis comentários daqueles que me deixam bastante enojada e desconfortável, proferidos por homens que têm idade para serem meus pais ou, mesmo, meus avós.
À noite, quando estava a desabafar com o meu namorado o facto de os homens portugueses serem muito porcos, contei-lhe que um deles me perguntou bem alto, no meio de uma avenida cheia, se eu queria ir para casa fazer sexo com ele. O meu namorado riu-se e respondeu-me que era porque me consideravam gira, que se eu fosse feia não diziam nada.
Foi a minha vez de rir e de responder:
- Isso era fácil. Assim bastava-me ir a fazer cara de bisonte e a tirar macacos do nariz o caminho todo e não precisava de ouvir nada daquilo. Mas eles não passam do pescoço para cima.
Olhar até se tolera, embora preferisse que disfarçassem um bocadinho, mas podiam fazê-lo de boca fechada, guardando todas as imagens tenebrosas para eles mesmo. É que eu não tenho culpa de ser grande naquela zona e, acreditem ou não, quando opto por não usar gola alta, não quer dizer que tenha tirado o dia para provocar o sexo masculino.

6 comments:

Catarina said...

Ahahah. Por acaso cá em Lisboa não fazem tantos piropos de trolha como no Porto. Mas, sabes, hoje em dia até me rio. Antes ficava incomodada, mas agora rio-me imenso. Principalmente quando estou acompanhada, acho imensa graça. Porque sei que não o dizem com maldade, mas porque os seus pequeninos cérebros não os possibilitam de veicular as suas opiniões do sexo feminino de outra forma e porque o dizem da mesma forma a todas. No worries. :P *

almond_girl said...

Um dia destes experimenta responder com um provocante "então se és homem desce lá do andaime e anda fazer-me um minete", e vais finalmente ouvir o silêncio embaraçoso de um homem das obras.

Pics said...

Catarina, de vez em quando respondo ou estico o dedo do meio e isso é ótimo para não ficar tão incomodada, mas normalmente é mesmo chato...

almond_girl, hahaha ri-me imenso ao ler o teu comentário! A questão é que não são os trolhas que fazem esses comentários. São mesmo homens que vão a passar na rua e alguns até têm bom aspeto. Essa parte é a mais triste.

S* said...

Que falta de educação.

Ana João said...

Eu não gosto nada quando ficam a olhar ou mandam bocas foleiras..parece que nunca viram --'

Pics said...

S*, tens toda a razão...

Ana João, eu também não, mas já me apercebi que para a maioria dos homens, olhar não pretende ser ofensivo. Já os comentários, quer pretendam quer não, acabam sempre por sê-lo.