To read any post in English, click on Read more.

In other words...

Wednesday, 7 March 2012

Dia de festa

A mãe do meu namorado (não, não me refiro a ela como minha sogra) faz hoje anos e resolvi oferecer o jantar cá em casa. A carne está no forno e cheira tão bem que não sei se aguento até logo sem tirar um cantinho que ninguém vê, a tarte de côco faz-se num instante e o bolo é o filho adotivo* que vai trazer: a única coisa que alguma vez aprendeu a cozinhar. No fim ainda vai ter uma escapadinha a dois à espera, para aproveitar a chegada da primavera.
Sou uma menina tão querida!

*um colombiano, aluno de intercâmbio.

10 comments:

Amélie said...

És uma "nomorada do filho dela" mesmo querida :))

Pics said...

Haha Amélie, gostei imenso da terminologia :) Mas é que é assim mesmo.

Anna said...

Eheheh nomorada é giro =D
Olha, dps manda um cadinho dessa tarte aqui para este lado =b
**

Catarina said...

E muito prendada! Também me recuso a chamar de "sogra" a mãe do meu namorado. :P

Pics said...

Anna, não prometo. Até não me importava, mas da última vez que fiz foi logo. E éramos menos... ;p

Catarina, também imaginei que sim. É "spgra" agora e "mãe" depois do casamento.

Sophie said...

Bem, isso é que é um bom plano :D :D Achas que podes partilhar um bocadinho dessa tarte? ehehe

Dreamer said...

Já estou a ficar com fomita, aceito um bocadinho! ;)
*Beijoca

mari said...

és uma querida sim, espero que ela mereça ;)
**

Pics said...

Sophie e Dreamer, acreditem que se fosse só mandar por email, vos dava um bocado do que restou. Modéstia à parte, ficou mesmo boa!

mari, merece, sim :) Também tu és uma querida!

S* said...

Sem dúvida que foi um bom presente. :)