To read any post in English, click on Read more.

In other words...

Sunday, 7 April 2013

Primeiros passos nisto do casamento 19 - o pedido


Somos um casal muito pouco separatista ou sexista, como lhe queiram chamar, onde as obrigações de cada um estão perfeitamente divididas e definidas. No entanto, no que diz respeito ao pedido de casamento, fiz questão de esclarecer desde cedo que queria um cenário minimamente romântico, um joelho no chão e um anel numa caixinha, sem grandes discursos nem rodeios. Só o pedido.
Mas também queria manter-nos coerentes e fazer qualquer coisa romântica por ele, mostrar-lhe que não me limitava a dizer que sim e ficar à espera de ser a personagem principal enquanto ele era um figurante nesta peça toda do casamento.
Tradicionalmente, deveria dar-lhe um relógio, mas não só não seria o primeiro que eu lhe daria, como sei que não ia usá-lo tanto como eu uso o anel.
Fiquei muito aquém dele, mas mesmo assim na sexta feira à noite (na verdade já eram duas e meia da manhã), quando estávamos quase a chegar a casa, sugeri-lhe irmos até ao rio, para vermos a ponte da Arrábida iluminada, porque estava frio mas um céu limpo. Descemos até à marginal e, de facto, a noite estava muito bonita, viam-se as luzes todas de Gaia e as do Porto refletidas na água.
Estacionámos e disse-lhe:
"Estás em vantagem, porque já sabes que eu quero casar contigo. Mas eu ainda não sei se tu queres casar comigo".
E estendi-lhe um kindle que ele agarrou logo com os olhos a brilhar, ainda antes de dizer que sim, que chegou logo a seguir.
Agora que estamos ambos de acordo, já podemos casar.

2 comments:

*C*inderela said...

Ahahah, demais. Adoro casais modernos :)

Bjokas.

A Espiga de Trigo said...

:)