To read any post in English, click on Read more.

In other words...

Thursday, 10 January 2013

Cat person?


Sou uma pessoa pouco dada a animais. Já tive em casa pássaros, peixes, tartarugas e uma galinha temporária, mas eram bichos que eu achava tremendamente inúteis porque só faziam barulho e ficavam ali, quietos, à espera de comida o dia todo.
Depois apaixonei-me pelos coelhos e quis muito ter um, durante anos. Entretanto convenci-me, por experiência própria, de que realmente cheiram muito mal e são uns animais muito estúpidos e frágeis e não demonstram afetividade nenhuma para com as pessoas (que me desculpe quem tem coelhos em casa...).
Os pais do meu namorado arranjaram um cão há dois ou três anos e é o único cão de quem não tenho medo (sou uma mariquinhas, especialmente depois de já ter sido atacada por três cães ao mesmo tempo, num beco escuro, que não me deixavam andar). No entanto, tenho pouca paciência para passar horas a fazer-lhe festas, a brincar com ele e a deixar que me lamba a roupa e as mãos, para depois ficar a cheirar a cão. Gosto muito dele, mas em doses pequenas.
Contudo, há um animal que me causava uma certa repulsa: o gato. Não sei muito bem porquê, mas acho que devido ao cheiro que alguns deles emanam. Só que desde que uma amiga minha levou para casa uma gatinha minúscula (agora já não é assim tão minúscula) e super fofa, que notei em mim uma alteração qualquer que me fez chegar ao cúmulo de desejar ter um gato (uma gata, mais concretamente) em casa.
Passei meses a manter este segredo fechado dentro de mim e a marinar a ideia, mas esta semana decidi que já podia extrapolá-lo e confessei-me: eu, que não gosto de animais, nem sequer de gatos, quero um gato castanhinho, muito clarinho, para me fazer companhia.
Mas depois de toda esta complicada jornada, não consigo convencer o meu namorado a alinhar comigo.

4 comments:

Aquele cantinho só meu... said...

Olá!

Eu também nunca morri de amores por animais de estimação, aliás, cresci sem aninmais de estimação.
Mas há pouco tempo, o meu namorado ofereceu-me um gatinho branco (persa) e foi amor à primeira vista!
Continuo a achar que não gosto lá muitos de animais, apenas do meu gato - o Srº Egas.
Os gatos têm a mais valia de serem independentes, fazem as necessidades na areia, logo não tens que os levar sempre à rua, são uma companhia pacífica (se bem que depende da personalidade de cada um e de cada raça).
Um gato traz uma dinâmica diferente à casa e é uma dinâmica boa :)

A Espiga De Trigo said...

Pois, são mesmo essas características que me fazem ponderar um gato e não um cão. Sou uma pessoa bastante preguiçosa e sei que não conseguiria levar o cão a passear todas as vezes necessárias. Ainda assim, como passo muito tempo em casa, um gato era uma boa companhia.

*C*inderela said...

Eu sou fã de animais, adoro-os. O meu animal preferido é o gato. Tenho um e é a melhor companhia que poderia arranjar. Costumam ser asseados e quando não saem de casa costumam ser uns colas. O meu "segue-me" dentro de casa :P

Bjokas-

A Espiga De Trigo said...

Tenho de convencer o homem a superar as alergias...