To read any post in English, click on Read more.

In other words...

Monday, 26 November 2012

Telemarketing

Ando a ser atormentada por telefonemas do Barclaycard há quase dois anos. Já rejeitei algumas chamadas e já atendi outras dizendo que não estava interessada. Mas porquê?, perguntaram-me do outro lado. Com certeza que concorda que a nossa campanha é vantajosa... Respondi que não sabia e insisti em que não estava interessada.
Uns meses depois voltaram a ligar com a mesma conversa da treta. Respondi o mesmo, voltaram a ligar. Rejeitei chamada atrás de chamada até que finalmente atendi e pedi à senhora que parasse de me telefonar, que já estava farta da publicidade agressiva deles e que não estava nem nunca iria estar interessada num cartão de crédito do Barclaycard. Mas eu nunca tinha ligado para este número. É a primeira vez que ligo, responderam-me do outro lado. Retorqui que não era verdade e que já tinha recebido uma data de chamadas deles. Mas isso não fui eu. O que os meus colegas sabem não é comigo, foi a resposta da senhora muito bem formada.
Um par de meses depois, a história voltou a repetir-se. Já lá vai meio ano. Há alturas em que me ligam todos os dias três e quatro vezes seguidas. Já rejeitei chamadas, já atendi chamadas e não falei, já atendi chamadas e deixei-os a ouvir a sucessão das paragens do autocarro em que ia, voltei a rejeitar chamadas e eles continuam a ligar.
Não sei que raio de organização é aquela, mas é uma espécie de máfia do telemarketing que, não sei como, tem informações minhas que nunca lhes cedi.

2 comments:

Xs said...

São uns melgas autênticos!
Não sei se não poderemos fazer queixas deles!

Ponto pequeno said...

Xs, também ando a pensar nisso. Hoje já foram três vezes...