To read any post in English, click on Read more.

In other words...

Tuesday, 26 June 2012

Termostatos


Quando os meses avançam, o verão se aproxima e o calor se intensifica, gosto de sentir o calor, de andar de manga curta e de pernas à mostra e de ter nitidamente a noção do aumento das temperaturas.
Quando ainda estamos no inverno ou já vamos na primavera e chega, como prenda de Natal ou de Páscoa, uma onda de calor para nos abraçar e lembrar que o verão está aí não tarda, adoro sentir-me ridícula por não pôr meias nem casaco por cima das roupas menos grossas.
Mas esses pequenos prazeres raramente nos são permitidos porque os responsáveis pelos vários estabelecimentos têm uma lógica da batata do género de "se lá fora está quente, então cá dentro já podemos fingir que vivemos no pino do inverno, numa qualquer aldeia do Pólo Norte" e uma pessoa sente-se na obrigação de andar com blusão só para ir ao centro comercial.
Por isso ontem, que passei o dia a trabalhar sozinha, deixei a porta aberta para a rua, para ver se o escritório aquecia um bocadinho. E soube-me bem, bem.

2 comments:

Vespinha said...

Para mim é impossível trabalhar com calor! :)

Pics said...

Demasiado calor é chato, claro, mas no pino do verão porem o ar condicionado no mínimo é um bocado desagradável.